A UMI recebe doentes urgentes/emergentes vindos de outros Serviços do Hospital dos SAMS ou do Atendimento Permanente do Centro Clínico de Lisboa. Os doentes são do foro médico e/ou cirúrgicos.

Raramente recebe doentes vindos de outros Hospitais.

São doentes com necessidade de monitorização contínua e de ajuste permanente de terapêutica médica e/ou cirúrgica ou ainda de substituição de função de órgãos. Assim a UMI:​

  • Dá suporte a todos os doentes com critérios de internamento em Cuidados Intensivos excepto doentes queimados, grandes politraumatizados em fase aguda e neurocríticos (o que se relaciona com Organização Global da Instituição, nomeadamente condições físicas - no caso de queimados - e não presença física em permanência das múltiplas especialidade necessárias para receber politraumatizados em fase aguda.
  • Funciona 24/24 horas com presença de médico
  • Recebe doentes com mais de 18 anos.
  • Colabora no suporte Básico de Vida quando convocada, fornecendo o Suporte Avançado de Vida necessário
  • Fornece consultadoria a outros Serviços do Hospital na área de Cuidados Intensivos, quando requisitada
  • É responsável, em conjunto com outras Unidades diferenciadas, pela gestão adequada do fluxo de doentes entre as Unidades com n´vis diferentes de prestação de serviços, nomeadamente Unidade de Cuidados Intermédios Médica e Cirúrgica, UCPA e SO, de forma a garantir uma utilização adequada de acordo com o grau de intervenção necessária para cada doente.

 

A UMI é portanto, uma Unidade de Terapêutica Intensiva, vocacionada para a monitorização contínua de funções vitais, com a finalidade de optimização e substituição os destas funções, até que seja ultrapassado o agente ou quadro de nóxia a que o doente foi sujeito.

Carteira de Serviços:​
Monitorização
  1. Monitorização Não Invasiva

    Monitorização contínua de ECG, Tensão Arterial não Invasiva, Oximetria, CO2 expirado, frequência respiratória, temperatura, Pressão Venosa Central (PVC)
  2. Monitorização Invasiva

    Pressão Arterial Invasiva (radial, femoral ou umeral); Monitorização de Debito Cardíaco Minimamente Invasivo-PICCO; Monitorização de Débito Cardíaco por Swan Ganz; LAP-monitorização de pressão na aurícula direita; BIS
​​​​​​​​​
Suporte de funções
  • Ressuscitação Cardiovascular – suporte básico e avançado de vida
  • Ventilação Mecânica Não Invasiva
  • Ventilação Invasiva
  • Suporte de Função de VE com Balcão Intra-aórtico
  • Técnicas dialíticas: Hemodiálise, SLED, Hemodiafiltração e Plasmaferese
  • Cell Saver
  • Suporte vasoactivo, cardiotónico com terapêutica EV em perfusão.
  • Trombólise
​​​​​​​​​​
Outras técnicas realizadas
  • Cateterizaçãoo venosa central
  • Cateterização arterial
  • Entubação Orotraqueal
  • Traqueotomia percutânea
  • Drenagem pleural
  • Drenagem pericardica
  • Paracentese
  • Colocação de drenagem vesical supra-púbica
  • Punção lombar
  • Colocação de Pacemaker endocavitátio transitório
  • Tromboelastografia para controlo de diátese hemorrágica
  • Ecografia abdominal e partes moles
  • Ecocardiografia de urgência

Guia de Acolhimento para Familiares na UMI